Desativação da retro-compatibilidade VPNBon

Em consequência da reestruturação dos serviços de VPN do IPL, informámos no inicio de Abril que o serviço VPNBon seria desativado no final de Junho, passando a funcionalidade equivalente a ser suportada pela VPNIntra.

Para evitar instabilidades no final do período letivo, adiamos esta ação para o final de Julho.

Assim, informo que foi à pouco desativada a retro-compatibilidade com a antiga parametrização VPNbon, devendo os utilizadores que ainda não tinham procedido à reconfiguração, realizar os passos sugeridos para a configuração da VPNIntra.

 

Mais informações úteis sobre o assunto e contexto da VPNBon:

A VPNBon foi criada como uma forma de permitir à comunidade o acesso aos conteúdos da B-ON ( https://www.b-on.pt/ ) quando se encontrassem fora dos campus do IPL.
Ao longo dos anos foram-lhe também atribuídas funcionalidades extra para alguns grupos de utilizadores acederem a recursos específicos internos (Intranet).
Paralelamente existia já a chamada VPNIntra vocacionada para os funcionários e docentes que necessitavam acesso regular aos recursos internos, com privilégios similares aos que teriam ligados numa rede local de cabo (dos campus) ou na rede sem fios eduroam. Contudo esta exigia a formalização do pedido em papel e a autorização de um superior hierárquico ou responsável.
Com a significativa mudança de paradigma originada pela situação de contingência COVID19 em que toda a comunidade se recolheu em suas casas com necessidade de aceder a recursos de rede internos para realizar o possível das suas atividades diárias, foi necessário realizar alterações no funcionamento destes serviços.
A VPNBon não possui capacidade para mais de 60 utilizadores simultâneos.

Evolução:
Foram temporariamente desativadas as restrições de necessidade de autorização prévio para uso de VPNIntra.

A VPNIntra foi reforçada com capacidade para suportar simultaneamente cerca de 250 utilizadores docentes/não docentes e 2000 alunos em dois servidores (routers) localizados nos nossos atuais 2 centros de comunicações em Benfica (Campus) e Marvila (ISEL) garantindo assim também maior versatilidade para o crescimento do serviço e elevada disponibilidade (em caso de falha de um dos equipamentos).

Situação pós-contingência:
Após a conclusão (que todos esperamos) do período de contingência prevê-se que o essencial das regras anteriores de acesso sejam repostas com a reativação da necessidade de formalização para acesso Intranet e aplicação de limites mensais de tráfego aos restantes, contudo a parametrização dos acessos pelos utilizadores será mantida tratando o sistema de diferenciar automaticamente os utilizadores “autorizados” que tratará com as regras “Intra” e os restantes que tratará com regras “B-ON”.

Posted in Notícias and tagged , .